quinta-feira, 30 de abril de 2009

Taxi's em Buenos Aires

Bem, o próprio título já dizer, ou quer dizer ao menos para mim = a problema. O fato é que não tive muitas experiências boas com taxistas em Buenos Aires não, exceto pela última vez que fui, que era uma mulher dirigindo, que foi quase uma guia turística, espectáculo.

Sendo assim, acho que entra mais no quesito sorte.!
Em ambas às vezes que estive no país vizinho, foram de navio, e em ambas o navio ficava parado no porto por dois dias, fazendo com que a gente pudesse aproveitar uma noite Porteña, e assim dava para ir a shows de tango, ou baladinhas normais, ou até mesmo restaurante ou barzinho.

Em uma dessas, em plenas 2 horas da manhã resolvemos sair do navio para ir ver o movimento. Tá, eu não aconselharia ninguém a fazer isso, mas como estávamos em três pessoas, e já tinha dado uma volta na cidade, achamos tranquilo.

De certo modo foi sim, considerando que fomos para 2 bares diferentes, e que pegamos 3 táxis. O primeiro, deixou a gente logo no fim da Calle Florida, não sabia muito sobre a cidade mas até então foi tranquilo.

Resolvemos mudar de bar, e pegamos outro táxi, e esse foi bem complicado, já que o taxista além de não parar de falar, saiu ultrapassando todo os sinais, cortando os carros e olhava mais para atrás do que para frente, o que dava um pânico incrível, e uma extrema vontade de pular do carro! Mas sobrevivemos!

Na volta, lá pelas 5 da manhã, o taxistas era bem estranho, e ficava falando no rádio, com um nível de espanhol incompreensível, e como já havíamos feito aquela rota algumas vezes, já sabíamos mais ou menos qual era o caminho do porto, que no entanto era bem diferente do que estávamos fazendo. Outra vez me vi bem me preocupada, mas chegamos e tudo bem.

O importante mesmo a se dizer, é que se você estiver em Buenos Aires, evite pagar táxi com Dólar. Os taxistas parecem identificar facilmente um brasileiro quando os vê, e por muitas vezes vai se negar a ligar o taxímetro já querendo lhe dar um valor em dólar , de acordo com seu destino final. Se tiver peso argentino, não excite em gastá-lo. Provavelmente você pagará o mesmo valor numeral em peso, que gastaria em dólar, ou seja, estaria pagando dependendo da valorização da época um valor a mais (no caso se fosse hoje que a moeda argentina se encontra desvalorizada).

Logo evite o táxi com somente dólar no bolso, mas por favor não evite Buenos Aires, a cidade é linda e merece ser conhecida!

Beijos para quem passar por aqui!


ps. Não vou poder postar no final de semana devido a falta de acesso a Internet, assim segunda-feira espero publicar algo novo, e quem saber até com algum material 'fresco' do próprio feriado.. quem sabe não é? Desde já um excelente feriado para quem passar por aqui, aproveitem!

2 comentários:

Lucas Girardi 30 de abril de 2009 06:47  

Se o táxi fosse o menor dos meus problemas para ir a Buenos Aires eu já estaria lá...


Quem sabe não dou uma capitalizada durante o ano para viajar... aiai...

Beijos e bom feriado

Nani 1 de maio de 2009 20:59  

eeei,
deveria ter escrito esse post antes do Big e cia fazerem a viagem pra lá... ;)
Mônica San Galo tb fez suas observações sobre Buenos Aires, olha:
http://confissoesdemadame.blogspot.com/2009/04/e-muito-importante-que-se-diga.html

Bjão
ps. medo de viajar pra qlqr lugar agora =/

  © Free Blogger Templates Spain by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP  

BlogBlogs.Com.Br