domingo, 22 de novembro de 2009

Lar Provisório

Quando a gente estuda o conceito de hotelaria, aprendemos que a intenção de um hotel, e ser a extensão da nossa casa. Que hotel, é ter um cantinho, uma cama limpa e bem arrumada, um chuveiro para um bom banho, e um café da manhã com variedades de coisas.

Nesse tempo que eu fiquei dedicando os meus vários finais de semana de 2008/2009 na realização da minha pós-graduação em hotelaria, passei por 3 hotéis na cidade de Barbacena, tentando achar um lugar onde eu tivesse uma sensação boa, e desejasse estar lá. Diante de todas as dificuldades, e frustrações, e a sensação de que essa fase não acabaria NUNCA, cá estou eu, no meu último final de semana oficial neste 'mundo paralelo' que eu costumava viver durante as minhas sextas e sábados.

Se eu deveria estar feliz ou não, isso não vem ao caso. A sensação por hora, é de um misto de alívio de missão cumprida, com uma impotência de estar indo embora. Eu sei como eu sou, sempre fico assim quando me vejo indo embora de algum lugar, ainda mais depois de praticamente um ano e meio, não teria como não haver reação similar.

E além das teorias e práticas de estudo, ficaram as boas lembranças da receptividade do último hotel que eu tive a oportunidade de ficar. E não foram um mês ou dois, foi praticamente um ano, chegando na minha 'casa' de sexta-feira a noite, fosse após uma aula exaustiva, após um jantar como o de hoje, ou de uma festa lá pelas tantas da madrugada.

O hotel Del Rey, que a princípio era meio fora de mão, com o passar de poucos finais de semana, eu notei que era uma 'melhora' na qualidade de vida. Passei a dormir melhor, comer melhor com os restaurantes e lanchonetes próximas, e a melhor parte, a conhecer e saber me locomover pelo centro da cidade, e ainda ter sempre uma das moças/ senhoras, com uma atenção estilo de avó, esperando a gente chegar, com um semblante de preocupação, e demonstração de carinho.

A convivência faz com que a gente se apegue inevitavelmente as pessoas, e isso aconteceu e sempre vai acontecer na vida da gente. E isso não apenas no Del Rey, mas como no convívio semanalmente com os colegas de sala, com os profissionais que conhecemos (e até reencontramos dentro das grandes cozinhas), e na vida num geral.

Se este é um momento de finalização, ainda que não oficialmente, deixarei para trás as saudades dos meus apartamentos 06 e 12, e várias histórias e lembranças. E aos que vierem a Barbacena, que desejem ficar em um hotel bom, no centro da cidade, recomendo o Del Rey, e desejo que você possa viver os bons momentos que eu os tive.


Hotel del Rey

Endereço: RUA TEÓFILO OTONI, 116 Bairro/Distrito: CENTRO
Barbacena -MG
Fone: 32 3331-5310

Beijos para quem passar por aqui
e uma ótima semana!


Posts Relacionados

2 comentários:

Fábio S.D. 24 de novembro de 2009 05:33  

Acabouuuuu

Ótimo!

Por um lado sheilinha, vou conseguir ter você em minha casa nos sábados para aquele churrasquinho e umas cervejinhas geladas!!

Êbaaaaa..

Beijinhos e até o final de semana!

Sheee 24 de novembro de 2009 08:03  

Ainda nao completamente
mas ja tenho uma data em mente..
depois te falo..
saudades amigo kerido!
=***

  © Free Blogger Templates Spain by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP  

BlogBlogs.Com.Br