domingo, 23 de agosto de 2009

Roteiros de Cruzeiros para a América do Sul

Eu reclamo muito da falta de roteiros que existem aqui no Brasil, mas por um lado eu até entendo. Faltam estruturas portuárias para tantos turistas (considerando que cada navio tem em média de 1600 à 3500 passageiros, fica dificil ter estrutura para receber tanta gente de uma forma só não é?!).

E ainda tem outro problema, dos navios exigirem regiões onde possuam uma maior profundidade para poderem navegá-las.. e por conta disso acabam tendo que ser ancorados muito distante, isso faz com tenham poucos roteiros para esses pontos específicos.

Quando realizei minha pesquisa nos navios, foi me dito que a cultura dos cruzeiros na Europa é um pouco diferente da nossa. As pessoas viajam com intenção de visitar os lugares, e acredite, existe muitos roteiros para essas regiões e muito para se ver, enquanto os brasileiros já tem uma visão diferente, queremos viajar de navio, para estar dentro do navio, e por muitas vezes chegam a optar por não descer nas escalas, para usufruir da estrutura que é oferecida pelo meio de transporte (créditos ao meu querido amigo, Rodrigo Tomageski).

Mas diante dos roteiros que temos, as companhias marítimas costumam dar foco para aqueles que seguem rumo ao nordeste do Brasil, e outro com destino à Argentina. Eu já fiz os dois roteiros, e confesso que fica um pouco difícil escolher e afirmar qual é melhor.

Se você optar pelo roteiro para o nordeste, terá um mar mais calma, ou seja, menos riscos do seu navio balançar muito, e se as cidades forem de praia, (em sua maioria são) terá mares com águas com temperaturas agradáveis, e bastante calor.

Agora, se você optar pelo roteiro que segue para a Argentina, Uruguai e Sul do Brasil, dependendo do navio, e do porte do mesmo, que você optar para navegar, poderá passar por dias de navegação com um mar um pouco mais agitado. No entanto, vale muito a pena, conhecer outros países, ver uma cultura diferente, é um passeio muito agradável!

Acredito que ambos te oferecem coisas boas, e tem mais pontos positivos, além dos que eu mencionei, mas o que vai variar, são as cidades, dependendo da companhia de cruzeiro que você optar, e o número de dias que o cruzeiro dura. Seja 3 ou 11 noites, seja para nordeste brasileiro, ou Argentina, a experiência é sempre válida!

Beijos para quem passar por aqui!

Posts Relacionados

4 comentários:

Anônimo 24 de agosto de 2009 20:11  

Realmente creio que a opção de viagem marítima está crescendo muito, principalmente no Brasil!
Mais ainda vejo os brasileiros utilizando o transporte terrestre em péssimas estradas em suas férias e oportunidades!
Ainda não tive a oportunidade de usufruir um cruzeiro. Mais vejo que hoje esta muito mais acessível. E creio que com isso consequentemente as infraestruturas de portos e tal como outros meios irão ter que acompanhar tal crescimento!!

Beijinhos queridaaaaa!!

Parabéns por colocar coisas interessantes!

Fábio S.D.

Cida 25 de agosto de 2009 07:11  

A conclusão que eu cheguei ,depois de desfrutar de alguns cruzeiros,é que a comodidade de se usufruir de um dia com atividades tão prazerosas como:piscinas,brincadeiras academias de ginásticas,alimentação para todos os gostos,atividades em geral...e ainda chegar à noite e poder ter um jantar com muito glamouuuuur(rs),depois shows ,cassino(p/ quem gosta)lojas maravilhosas p/ fazer compras,e o melhor...uma boate deliciosa para terminar a noite!!!Tudo isso com profissionais prontos p/ te atender,com segurança,sem se preocupar com deslocamento de carro e etc...Bom d+!
Recomendo e tenho certeza que toda infra-estrutura de portos irão melhorar muito daqui p/ frente...
Adorei o artigo...bjs,Cida.

Anônimo 26 de agosto de 2009 08:02  

Bacana a colocação e o complemento da Cida...


Fábio S.D.

Cida 26 de agosto de 2009 17:41  

Caro Fábio,
e ainda me esquecí de dizer que na viagem temos direito a um nascer e a um pôr do sol maravilhoso!!!
Não é mesmo Sheila?rs.
Valeu!Cida.

  © Free Blogger Templates Spain by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP  

BlogBlogs.Com.Br